quinta-feira, 17 de março de 2011

Slash: "O que justifica não haver Guns N' Roses é Axl Rose"

O Bangkok Post conduziu uma entrevista com o guitarrista SLASH. Alguns trechos seguem abaixo.
Sobre sua famosa cartola: "Apenas se tornou algo. Comprei numa loja em um dia, com um descontão. Sempre gostei de chapéus, e vi aquele. Pensei que era legal, e foi algo que comecei a usar sempre. Não planejei que fizesse parte da minha imagem. Apenas me sentia confortável com ele. Eu tinha 19 ou 20 anos."
Sobre "Sweet Child O'Mine", primeiro top hit do GUNS N' ROSES: "Obviamente, não sabia que era um bom negócio. Apenas achei que era um riff interessante. Não tinha a menor ideia que se tornaria algo tão icônico como se tornou. Você apenas tem um riff, e pensa 'oh, isso soa legal'."
Sobre uma possível reunião do GUNS N' ROSES: "Já se passaram cerca de 15 anos. Nenhum integrante original disse 'vamos tentar juntar a banda novamente'. E trata-se apenas de Axl Rose. A razão que fez todos saírem foi porque, no fundo de sua mente, acho que é o que ele queria. Então o que justifica não haver GUNS N' ROSES é Axl. Não tenho nada a fazer em relação a isso. Saí pela mesma razão que todos saíram. Então esse é o problema."
Sobre a mais recente geração de guitarristas: "Não têm muitos guitarristas os quais estou ouvindo agora. Mas você sabe, a geração após a minha tem pessoas como Jerry Cantrell, Tom Morello, Kim Thayil, entre outros. Esses caras são ótimos. Agora os guitarristas são um pouco nebulosos. Existem vários shredders em várias bandas diferentes, mas não poderia falar sobre eles separados. Nessa nova tecnologia, por um lado é incrível como tudo é conveniente, e como podemos fazer tudo tão rápido. Muitas coisas diferentes para se fazer com apenas um botão. Mas no ponto de vista do áudio, o som sofre como consequência."

Nenhum comentário:

Postar um comentário